Três anos sem mamãe...



Hoje acordei de manhã e quando liguei o celular veio uma mensagem: Três anos sem mamãe.
Não dá para a gente simplesmente continuar o dia sem parar um pouco para refletir em tudo o que aconteceu!
Parece que faz muito tempo mas as vezes parece que foi ontem.
Ainda me lembro de ficar sentada na fila da UTI esperando por aqueles quinze minutos de visitas diárias que nos eram permitidos. Quinze minutos!!!
Hoje, com a dor da ausência, que nada nessa vida preenche (quem perdeu uma mãe sabe o que eu falo) as lembranças que restam são as melhores. Como não lembrar??!! As toalhas e panos de prato que eu tenho foram todos bordadas por ela. Caixas, velas, tapetes.... demonstram uma presença ausente.
As vezes fico pensando: "O que mamãe acharia do Bernardo?" ou "Nossa, mamãe ia adorar ver o Bernardo falando isso" ou "Se mamãe visse Allegra chorando assim ia querer resolver na hora". Para quem não sabe, mamãe detestava ver um neto chorar.
Esse amor que ela sempre demonstrou e viveu pelos filhos, ficou marcado em nossos corações. Sei que meus irmãos diriam isso!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Hoje, um dia de jogo do Brasil, onde tantas pessoas já acordaram pensando em festejar, e eu também vou, caso Brasil ganhe, lógico, quero deixar aqui algumas palavras do meu coração.
Que saudades daqueles 15 minutos no hospital! Que saudades daqueles dias em São Paulo passeando pelas ruas! Que saudades de chegar aqui em casa cedo e ver mamãe de pijama e batom! Que saudades de tantas coisas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Um dia vou reencontrá-la e isso é um conforto!
"Obrigada Senhor pela mãe maravilhosa que o Senhor me deu!"



Nenhum comentário:

Postar um comentário