Direito do Rei

Há um tempo atrás fui levada a ler sobre os primeiros reis de Israel. Confesso que não consigo sair dos livros de Reis até hoje... Tenho certeza que essa meditação será benção na sua vida.
Vamos lá e leia até o fim.

Você sabe como surgiu o primeiro rei de Israel?

Samuel era um profeta de Deus, homem íntegro, separado do mundo, filho de uma mulher chamada Ana que muito desejou ter um filho mas era estéril, até que engravidou de Samuel. Ele era bem pequeno quando foi entregue ao templo para servir a Deus.
Imagina uma mulher que depois de muito sofrimento para engravidar entrega seu único filho para servir no templo e volta para casa de "mãos vazias". Não deve ter sido fácil, mas assim ela prometeu, assim cumpriu.

Só que ningúem vive pra sempre e Samuel ficou velho. Seus filhos foram constituídos juízes sobre o povo. Infelizmente não foram honestos. Aceitaram suborno, foram avarentos. Deveriam receber alguma grana para julgar as causas em benefício de algúem. Hoje quase não acontece isso heim?!

O que aconteceu é que o povo vendo a atitude dos filhos de Samuel, clamou que ele constituísse um rei para os governar, pois não era posível contar com a ajuda dos filhos curruptos. O que será de nós com juízes assim?

"Dá-nos um rei, para que nos governe." I Sm 8:6
Teremos um rei sobre nós. Para que sejamos também como todas as nações; o novo rei poderá governar-nos, sair adiante de nós e fazer as nossas guerras.

Sameul ficou chateado e em seu momento de oração ouviu Deus dizer assim:
 
" Atende à voz do povo em tudo quanto te diz, pois não te rejeitou a ti, mas a mim, para eu não reinar sobre ele. Segundo todas as obras que fez desde o dia em que o tirei do Egito até hoje, pois a mim me deixou, e a outros deuses serviu, assim também o faz a ti.
Agora, pois, atende à sua voz, porém adverte-o solenemente e explica-lhe qual será o direito do rei que houver de reinar sobre ele." I Sm 8:7

Para mim, esse dia foi um grande marco na vida do povo. O dia em que eles decidiram que  queriam um rei.  Queriam alguém que os governasse. Alguém que lutasse por eles.
Quem os governou até então? Quem ganhou suas batalhas?  Quem os livrou da escravidão?
Para mim... repito... para mim.. esse foi um dos maiores atos de ingratidão que o povo fez contra Aquele que tantas coisas tinha feito pelo seu povo.

Fico pensando que talvez não seja tão grave assim o povo querer um rei humano. Afinal de contas, as outras nações tinham reis. Qual o problema? O Rei que fica lá no céu não é suficiente. Queremos um humano, que podemos ver, lutar pos nós, servir...
Talvez a grande questão não seja o fato em sim, mas o princípio por trás disso que esconde o desejo do coração do homem que é TÃO enganoso... Podemos ser os melhores com as palavras, mas o nosso coração Deus sonda. Não há pra onde fugir....

E sabe o que  Deus disse sobre o direito do rei sobre o povo?

"Este será o direito do rei que houver de reinar sobre nós:
  • ele tomará os vossos filhos e os empregará no serviço dos seus carros e como seus cavaleiros, para que corram adiante deles;
  • e os porá uns por capitões de mil e capitões de cinquenta;
  • outros para lavrarem os seus campos e ceifarem as suas messes;
  • e outros para fabricarem suas armas de guerra e o aparelhamento de seus carros.
  • Tomará as vossas filhas para perfurmistas, cozinheiras e padeiras.
  • Tomará o melhor das vossas lavouras, e das vossas vinhas, e dos vossos olivais e os dará aos seus servidores.
  • As vossas sementeiras e as vossas vinhas dizimará, para dar aos seus oficiais e aos seus servidores.
  • Também tomará os vossos servos, e as vossas servas, e os vossos melhores jovens, vossos jumentos e os empregará no seu trabalho.
  • Dizimará o vosso rebanho, e vós lhe sereis por servos. Então, naquele dia, clamareis por causa do vosso rei que houverdes escolhido, mas o senhor não vos ouvirá naquele dia."
Se vocês olharem bem, diz aí, que mesmo sendo na época de uma monarquia, o príncipio do rei se repete  hoje na democracia.
É inerente ao que governa retirar o melhor do povo para benefício próprio e dos seus.

É triste isso... As maiores riquezas de uma nação servem a poucos. A riqueza de um mundo está na mão de quantos % da população? Esse é o princípio do rei.

Sua esperança está em um governo justo eleito pelo povo? Será que teremos uma exceção ao princípio do rei?

E a história continua.... e fico curiosa para ver a foto do primeiro rei, Saul, que era tão belo, que entre os filhos de Israel não havia outro mais belo do que ele; desde os ombros para cima. A bíblia diz assim mesmo, desde os ombros para cima. Imagino que ele não deveria ser tão belo dos ombros para baixo.... O que o povo passou na mão dos seus reis é motivo de outro texto....

E a história continua ainda.... até o dia em que o Rei Jesus prometido por Deus para salvar seu povo é enviado à terra. Entende porque o título de rei?  Era o que o povo precisava e precisa. Um Rei Justo. Alguém que governe por amor e não por interesse. Consegue imaginar um rei governando hoje por amor? Imagina um presidente eleito no seu discurso de posse dizendo que vai governar por amor? Seria no mínimo alvo de muitas piadas.

Por que então Jesus não foi aceito? Por que tantos não acreditaram na mensagem? Por que morrer pregado numa cruz? Nos tempos de hoje seria como morte na cadeira elétrica ou injeção letal, a pior morte da época, morte merecida pelo pior tipo de bandido. Seria fuzilado?!

Imagina que Jesus nasceu num estábulo, no lugar onde fica a comida dos animais. Não tinha casa própria, andava a pé com seus discipulos e no máximo montava em um jumento. Quando foi ao templo e viu o comércio que estava por lá antes da páscoa, expulsou todos do templo com chicotadas. Consegue imaginar a cena?
Seu pai era um carpinteiro e não um rei. Sem contar que passou boa parte do seu tempo expulsando demônios das pessoas (eles existem, acredite).

Será que eu acreditaria nesse messias? Ou esperaria um rei muito rico, poderoso, que morasse num castelo de ouro? Esse era o messias esperado. Alguém majestoso aos padrões HUMANOS.

Resumindo, o reino de Jesus não está aqui na terra, não é humano. É um reino espiritual. É preciso ter fé e não herança, berço. Jesus nunca pretendeu vir e ser um grande governante aqui na terra. Ele é Rei de um governo onde bem aventurados são os que sofrem, os que choram, os que tem sede de justiça, os limpos de coração que verão a Deus. Reino dos humildes, dos rejeitados.
O reino dele não são daqueles que: bem aventurados os que acumulam muitas riquezas, os que pensam só em si, os que buscam o prazer acima de tudo  etc etc etc 

Entendem a diferença?

Não haverá outro rei como Jesus!

Meu amado Rei!

Vem governar nossas vidas!