Salva-Vidas


Mais um texto para nossa reflexão!


Cresci na Califórnia do Sul. Minha atividade favorita era a natação. Houve apenas uma vez em que precisei ser resgatado. Em minha adolescência,  fui com alguns amigos mais velhos a Tamarack State  Beach, próximo a Oceanside, na Califórnia, para um dia de surf. As ondas estavam altas naquele dia. Decidi nadar um pouco mais longe da praia na esperança de pegar ondas maiores.

Eu estava tão empenhado em pegar as ondas que não percebi quando elas começar a arrebentar num padrão que pode produzir maré agitada. Nadando mais para longe, mergulhei embaixo em uma onda que se quebrou bem diante de mim. Em vez de voltar imediatamente à superfície, senti uma tremenda pressão empurrando meu corpo para baixo e arrastando-me para o mar. Eu não tinha idéia do que estava acontecendo. Meus pés tocaram o fundo. Tentei empurrar-me para cima, porém não pude. Eu estava quase sem ar e apavorado. Então orei.

Esqueci o que disse para Deus, mas obviamente ele ouviu. De repente, achei-me na superfície da água. Eu estava exausto e com medo que acontecesse de novo. Ouvi uma voz me chamando. Voltei-me para ela, e vi um salva-vidas lançando-me socorro. Com a corda em uma das mãos, o salva-vidas puxou-me.

Quando cheguei a praia, sentia-me um tanto embaraçado, mas acima de tudo, grato. O salva-vidas contou que estivera me observando. Ele notara que havia predisposição para maré agitada e que eu não    percebera. Antes que eu afundasse, ele já estava nadando em minha direção para avisar-me e, se necessário, resgatar-me.

Ao longo dos anos, compreendi que a vida cristã é semelhante a experiência que tive nesse dia. Embora eu não tivesse consciência disso, o salva-vidas tinha os olhos em mim e sabia que eu estava me movendo para águas perigosas. Ele estava na água antes que eu precisasse dele. Só para o caso de precisar.

Deus é nosso salva-vidas...

As promessas de Deus são como coletes salva-vidas: impedem que nossas almas se afundem no mar do desânimo. Quando nossa perspectiva se distorce, e os problemas começam a consumir-nos o campo de visão, precisamos de um preservador de perspectivas. Quando achados que Deus nos abandonou, e começamos a ficar desencorajados, descobrimos que suas promessas sempre nos empurram para cima e nos conduzem de volta à segurança.

God is a Promisse Keeper - Gary Oliver


Não Julgue!


Li esse texto há algum tempo e gostei muito. Falou muito comigo. Acho (tenho certeza) que preciso melhorar MUITO na questão de julgamento!!!! Sem querer, ou mesmo querendo.. não tem jeito.... sou craque em julgar!!!

Gostaria de compartilhar com vocês....


________

Não somos suficientemente bons para julgar. O que tem fome pode acusar o mendigo? O doente pode zombar daquele que não se sente bem? O cego pode julgar o surdo? O pecador pode condenar outro transgressor? Não. Somente Um pode julgar, e este não escreve nem lê este livro.

Não somos só indignos; somos desqualificados. Não sabemos o suficiente sobre as pessoas para julgá-las. Não sabemos o suficiente sobre seu passado. Condenamos um homem por tropeçar esta manhã, mas não vimos os golpes que sofreu ontem. Julgamos uma mulher por seu andar vacilante, mas não podemos ver o prego em seu sapato. Zombamos do medo em seus olhos, mas não fazemos ideia de quantas pedras tiveram que se desviar ou dos dardos que precisram se esquivar.

São muito enfáticos? Talvez temam ser negligenciados outra vez. São muito tímidos? Talvez temam falhar novamente. Lentos demais? Talvez tenham caído na ultima vez que correram. Você não sabe. Somente alguém que tenha seguido os passos de ontem pode ser o juiz deles.

Não somos só ignorantes sobre o ontem; somos leigos sobre o amanhã. Ousamos julgar um livro quando os capítulos ainda não foram escritos? Devemos dar um veredicto sobre um quadro enquanto o artista ainda segura o pincel? Como você pode rejeitar uma alma até que a obra de Deus esteja completa? "Aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até o Dia de Jesus Cristo" (Fp 1.6).

Tenha cuidado! O Pedro que nega a Jesus no fogo desta noite, pode proclamá-lo com fogo no Pentecostes do amanhã. O Sansão que está cego e fraco hoje, pode usar sua força final para derrubar as colunas da impiedade. Um pastor gago nesta ocasião, pode ser o poderoso Moisés para a próxima geração. Não chave Noé de louco; você pode vir a lhe pedir uma carona. "Não julgue antes do tempo certo; espera até que o Senhor venha  " (I Co 4.5)

Um criminoso foi condenado à morte por seu país. Em seus momentos finais, pediu clemência. Se tivesse pedido a clemência das pessoas, teria sido negada. Se tivesse pedido a clemência do governo, teria sido recusada. Se tivesse pedido a clemência de suas vítimas, teriam ignorado. Mas não foi para estes que se voltou em busca de graça. Voltou-se, ao invés disso, para a forma ensanguentada daquele que estava pendurado na cruz ao seu lado, e suplicou: "Senhor, lembra-se te mim, quando entrares no teu Reino". E Jesus respondeu-lhe: "Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso" (Lc 23.43)

Nas  Garras da Graça - Max Lucado

A História de Dona Maria



Hoje queria contar uma história que ouvi há anos e que muito edificou minha fé...
Nunca esqueci. Ela sempre volta ao meu coração e quero compartilhar com você.

É a história de Dona Maria.

Conheci Dona Maria há uns anos quando tinha uma loja e ela sempre estava por lá. Não diariamente, mas volta e meia chegava e receber seu abraço era algo fantástico...
Um belo dia, ficamos só nós duas (graças a Deus)  e tive a oportunidade de ouvir sua história de vida. Não lembro detalhes de tudo o que ouvi, mas nunca esqueci seu exemplo de fé...

Vamos lá...
Recém casados e muito jovens, ela e o marido vieram do Ceará há mais de trinta anos.
Quando chegou, morou em lugares muito simples e desse jeito criou os quatro filhos. Tive a oportunidade de conhecer duas filhas e netos. Sempre falava com grande orgulho dos filhos.
Criou os quatro muitas vezes tendo que passar o dia fora trabalhando e a mais velha na época com  nove anos cuidava (banho, fazia comida etc..) dos outros menores.

Então ela me contou o que aconteceu quando o marido saiu de casa muito cedo para trabalhar como de costume.
Os filhos estavam dormindo no barraco e ela despediu-se do marido, voltou para o colchão e pensou: E agora? Não temos nenhuma comida em casa nem dinheiro para comprar! O que meus filhos vão comer?

Ela continuou dizendo que lembrou-se da única pessoa que conhecia -  a vizinha. Mas logo lembrou, para sua tristeza, que ela estava no Nordeste sem previsão de volta. Então ficou ali, deitada pensando... E agora meu Deus, o que vou fazer??!

Cabe ressaltar que há 30 anos atrás, em cidade satélite do DF, mercado não era algo simples de se achar, ainda mais comprar alguma coisa fiado, sem dinheiro.

No barraco em que ela morava  não havia vedação.Eram tábuas umas coladas nas outras e pelas frestas entrava chuva e sol. Ela ficou deitada e o sol começou a entrar pelas frestas e o sol começou a clarear e aquecer o barraco.  Nesse mesmo instante ela ouviu como se fosse uma voz dizendo: “Filha, você está vendo como o sol nasce todos os dias? Da mesma maneira que o sol todo dia nasce, você todo dia terá o que comer. Não se preocupe.”

Ela me disse que sentiu uma paz tão grande e ficou ali deitada esperando alguma coisa acontecer...

Nem precisa dizer que o milagre aconteceu antes das crianças acordarem. De repente alguém bateu na porta. Era a tal vizinha que tinha antecipado a viagem e bateu na porta dela com uma bacia de comida trazida do nordeste que serviria para o café da manhã das crianças.
Ao me contar isso imaginei a cena. Ela deitada pensando, o sol entrando e a vizinha batendo na porta.

Na bacia tinha ovo, carne seca, linguiça, farinha e até rapadura  (lembro muito bem desse itens e confesso que pro meu paladar, não me pareceu uma combinação apetitosa para um café da manhã, mas ela estava MUITO feliz com o conteúdo).
Os filhos acordaram e ela fez tudo o que tinha direito, sem se preocupar se faltaria no dia seguinte. Foi um café da manhã muito farto!

E ela terminou dizendo, que hoje, quando ela olha para o sol, ela lembra da promessa de Deus!

É uma história simples, não é?! Digo a vocês que foi uma das melhores que já ouvi. Tão sincera, tão simples. É impossível transmitir a voz dela, os sentimentos, as emoções. Foram horas de conversa que aconteceu há mais de anos e simplesmente nunca esqueci. Sempre ela vem ao meu coração como exemplo de fé e simplicidade.

Hoje Dona Maria não é nenhuma milionária. Não mora em uma mansão (mora com a filha – em um quarto que  não entra sol ou chuva), não anda de Mercedes (anda de ônibus)  e não come caviar. Continua simples do mesmo jeito apenas com alguns confortos a mais. Mais o coração.... continua do mesmo jeito. Ela conseguiu me contar essa história, 30 anos depois, com a mesma intensidade, paixão, fé  e gratidão no coração.  NUNCA vou esquecer daquelas horas na minha sala...

E a minha oração é.... Quero daqui há 30 anos, contar com a mesma intensidade, tantas coisas maravilhosas que Deus fez. Aliás, quero contar HOJE!!! Temos que abrir nossa boca e simplesmente contar... Tenho certeza que cada um de nós tem uma bela história para contar, não é verdade?!

MC



Uma coisa pedi ao Senhor

 
" Uma coisa pedi ao Senhor e a buscarei: que possa morar na Casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor e aprender no seu templo." Sl 27:4


Se você pudesse solicitar uma coisa a Deus, o que seria? Davi nos diz o que pediria. Desejava viver na casa de Deus. Enfatizei a palavra "viver" porque merece ser destacada. Davi não queria apenas conversar, não desejava uma xícara de café no quintal, não pedia uma refeição, nem queria passar uma noite na casa do Senhor. Desejava morar ali com Deus... para sempre. Por isso, pede para ter o seu próprio quarto... permanentemente. Não quer ficar hospedado na casa de Deus; deseja aposentar-se ali. Não solicita uma residência temporária, mas sim uma morada para toda a vida.

Quando diz: "Habitarei na Casa do Senhor por longos dias (Sl 23.6), simplesmente afirma que nunca mais quiser se afastar de Deus. Deseja permanecer na aula, na atmosfera, no conhecimento de que está na casa do Senhor, onde quer que se encontre.

A oração do Senhor é uma planta da casa de Deus; é uma descrição, passo a passo de como o Onipotente satisfaz as nossas necessidades quando moramos com Ele. Tudo o que acontece em uma casa saudável está descrito nesta oração. Proteção, instruções, perdão, provisão... tudo ocorre debaixo do teto de Deus.

"Então, por quê - você perguntaria - não há mais pessoas que procurem proteção, perdão ou instrução?"

A minha resposta é tão simples quanto esta pergunta. Muitas delas não aprenderam a morar nessa casa. Nós a visitamos. Passamos o dia ali, ou até mesmo paramos para uma refeição. Mas morar ali? Esse é o desejo de Deus.

Lembre-se da promessa de seu Filho: " Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada" (Jo 14.23).

Você deseja passar todo o seu tempo na presença de Deus?

A Grande Casa de Deus - Max Lucado

Isto Não é um Conto de Fadas


Acabei de ler para minha filha esse livro. Gostaria de compartilhar com vocês. Embora a mensagem seja simples, é um livro infantil, acho muito profunda.

_____________________
Isto Não é Conto de Fadas

Se fosse um conto de fadas, Jesus teria nascido em um grande castelo, num importante reino. Seus pais teriam sido o rei e a rainha, e todas as pessoas do reino teriam celebrado o nascimento do novo príncipe.
Mas na verdade, Jesus nasceu numa família pobre, num país pequeno. Na verdade, ele nem mesmo nasceu numa casa, mas em um estábulo onde os animais ficavam. E ninguém ficou sabendo de seu  nascimento, a não ser alguns pastores que vieram vê-lo.

Se fosse um conto de fadas, o jovem principe Jesus teria sido ensinado   a governar as pessoas, e assim, quando crescesse, se tornaria o seu rei.
Mas na verdade, Jesus aprender a trabalhar com as mãos. Seu pai o ensinou a fazer objetos de madeira para as pessoas.

Se fosse um conto de fadas, o Rei Jesus seria muito importante para falar com as crianças. A única chance que elas teriam de vê-Lo seria quando Ele passasse em sua carruagem.
Mas na verdade, Jesus amava passar tempo com as crianças. Ele era muito bondoso, e ensinava muitas coisas para elas.

Se fosse um conto de fadas, Jesus teria muitos servos no castelo para cuidar dEle, e fazer tudo o que Ele quisesse.
Mas na verdade, Jesus é que servia às pessoas. Muitas vezes Ele fez milagres maravilhosos para curar pessoas doentes.

Se fosse um conto de fadas, o Rei Jesus teria sido muito, muito rico. Ele possuiria muitas casas bonitas, terras, cavalos e roupas. Dentro do seu castelo Ele teria uma sala grande, tão cheia de ouro e tesouros, que poderia comprar tudo o que quisesse.
Mas na verdade, Jesus era um homem pobre. Ele amava tanto trabalhar para Deus que não pensava em dinheiro e coisas que poderia comprar.

Se fosse um conto de fadas, o Rei Jesus teria vivido uma vida longa e morrido em sua cama, rodeado por sua família e amigos.
Mas na verdade, quando Jesus ainda era jovem as pessoas O mataram. Elas o trataram como um criminoso, mesmo sendo Ele tão bom.

Se fosse um conto de fadas, o túmulo de Jesus teria sido bem grande o luxuoso. As pessoas viriam e trariam flores, mostrando o quanto amavam seu rei.
Mas na verdade, Ele foi enterrado numa caverna. E quando os amigos de Jesus foram lá, viram que a caverna estava vazia! Sabe o que aconteceu? Jesus voltar a viver e apareceu aos seus amigos para provar que tudo o que Ele tinha dito era verdade!

Se fosse um conto de fadas, a história teria acabado quando Jesus morreu.
Mas na verdade, a história ainda continua! Jesus está vivo agora, no céu, com seus amigos. E o melhor é que eu e você podemos fazer parte da hitória. Se amamos Jesus e queremos que Ele seja nosso rei, poderemos ser seus amigos também e um dia viveremos com Ele para sempre. Você gostaria de viver com Jesus para sempre?


Uma boa ideia


Bem, nem preciso dizer que esse texto é pra mim. Acho que sou a "rainha das boas idéias"!
Uma grande desafio para nós.... pelo menos é para mim!
Que Deus nos abençoe nesse propósito!

__________

A inclinação natural de uma vida cristã é agir sob o impulso de uma boa idéia. Mas nem todas as boas idéias vêm de Deus. Há ocasiões em que boas idéias até atrapalham as idéias de Deus.

De onde vem a sua inspiração? A visão da transfiguração de Cristo inspirou Pedro: "... Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés e um para Elias" (Mt 17.4). Nosso impulso natural é fazer algo de bom para Deus e sugerir isto a Ele.

A tendência de alguém bem-intencionado é elaborar um plano para praticar uma idéia salutar e depois orar: "Jesus, este é o meu plano. Ele não faz mal a ninguém e eu quero agradar ao Senhor. Abençoe o meu plano, Senhor". Tem-se um plano, depois vem a oração.

Assim, muitas de nossas ideias se originam de um ímpeto. Elas não são aquilo que o Senhor deseja fazer. E muitas vezes não tem qualquer semelhança com as coisas que dizem respeito a Ele. Temos ideias construtivas que não são as ideias de Deus, gerando um conflito entre a agenda de Deus e a nossa. Queremos construir um abrigo para Ele, mas isto não é o que Ele quer...

Quando Pedro, Tiago e João ouviram a voz do Senhor... abandonaram suas próprias ideias criadoras. A presença do Senhor era magnificável, e sua santidade fez com que recuperassem o bom senso. Jesus conquistou a atenção deles não através da repreensão ou de uma severa censura, mas pela exaltação da própria presença até que toda a engenhosidade das ideias humanas perdesse o brilho diante de sua face refulgente.

Quando os discipulos abandonavam suas boas ideias e se prestavam perante o Senhor, Jesus podia novamente trabalhar com eles...

Jesus vem e nos toca da mesma maneira quando abandonamos o nosso proprio plano. Do contrário, Ele não pode nos ajudar. Portanto, temos de abandonar nosso maravilhoso projeto e nos inclinar perante Ele. Somente assim Ele será capaz de nos usar novamente e nos revelar o que está fazendo - realizando uma ideia divina... Isto significa orar, e depois planejar. Através da oração, Jesus nos revela seu plano, que é uma idéia dos céus.

A oração elimina o impulso das ideias salutares que nascem da engenhosidade humana, mas que não vêm de Deus. Ore, então planeje. 

Walking With Christ in the Details of Life, Patrick M. Morley.


Qual a sua fé?!


Se alguém te perguntar hoje: "Qual a sua religião?" o que você vai responder?

Talvez você diga: ah, sou católico, ou espírita ou evangélico ou....... são tantas por aí não são?!
Você pode perceber que todas elas tem as suas ramificações. E o "engraçado" e que as pessoas de uma "ala" geralmente não são tão a favor da outra, mesmo dentro da mesma religião...

Não quero falar sobre isso, porque quero me ater a outra coisa. 

Quem nunca viu um adesivo em um carro: "Sou católico graças a Deus"?

Com todo respeito,  eu fico pensando: desde quando ser católico, evangélico ou espirita ou budista é alguma coisa em si?! Desde quando Deus nos chamou para uma vida de religião?! Jesus nunca fundou uma religião. Alias, ele era judeu.  
Acredito que o nosso chamado passa longe disso...

Hoje quero que você pense um pouco sobre: Qual é a sua fé? Você acredita em que? Você sabe dar razão da sua fé?  Você acredita em alguma coisa? Ou você não está nem aí pra isso?
Quero te fazer um convite bem simples: Pense um pouco nisso. Busque! Procure saber!
Você tem ousadia? Você quer mesmo saber a verdade?!

Uma pessoa me disse uma vez que não acreditava em Deus.
Eu perguntei: E se Ele existir?! Você quer mesmo saber se Ele existe?
Falei pra ela: Hoje de noite, no seu quarto faça uma oração.Peça pra Ele de alguma maneira se mostrar a você.

Não sei se ela fez a oração, mas o fato é que mais fácil deixar a vida como está. Se Deus existir mesmo...... Como eu devo me relacionar com Ele? Tenho que frequentar uma igreja? Buscar uma religião?! Que coisa mais complicada!!!

Gente, complicado é viver sem.....

Primeira coisa, antes de tudo.... Busque! Tenha a ousadia de falar (nem que seja para as paredes do seu quarto) - Deus, você existe mesmo ou é tudo mentira o que eu ouço por aí?! Fala comigo, quero ouvir sua voz!

Se você é cristão, a base da sua fé é a bíblia. Ah, mas a bíblia foi escrita por homens! Foi mesmo, mas foi inspirada por Deus.
Você teria coragem de ler a bíblia antes de falar algo e dizer em que você não acredita?!
Se você ler a bíblia, buscando com sinceridade ouvir a voz de Deus, você vai ouvir a voz Dele.

A gente lê livros tão sem sentido, assistimos filmes tão.... surreais. Por que não a bíblia?!
Um tempo atrás eu pensava que a bíblia não era tão interessante assim porque eu achava ela tinha muitas regras. Engraçado pensar nisso porque as promessas da bíblia são BEM interessantes!

Sabe qual é a verdade?!
A gente quer viver a vida do nosso jeito. Viver a vida de acordo com um livro?!!? Que coisa mais sem sentido! Não quero abrir mão de nada!

Um dia minha mãe me disse: Filha, graças a Deus que.... (não lembro o contexto). Eu respondi:
- Mãe, Deus não tem nada a ver com a minha vida.

Desde então ela procurou me encaixar em todos os eventos que existiam na igreja a qual eu frequentava na época. Uma igreja católica perto da minha casa que eu realmente gostava. Acho que trabalhei em uns dez "Segue-me"s fora todos os outros eventos.

Uma coisa eu posso dizer: Eu tinha relacionamento com Deus. Do meu jeito, mas tinha. Era algo sincero e especial. Quando eu ficava muito triste, ou muito angustiada, eu corria para o sofá da sala, geralmente de madrugada. Ficava horas olhando para o céu, muitas vezes chorando, contando todas as minhas lamurias. Eu só ia dormir quando a "paz chegava".

De uma forma ou de outra, eu sempre acreditei que Deus me ouvia. Ele nunca fez uma estrela brilhar, ou entrar um vento pela janela. Eu simplesmente sabia...Eu sempre acreditei que Deus tinha o melhor pra mim, e eu NUNCA abri mão disso. Eu quero o melhor de Deus. Se Deus tem o melhor pra mim porque eu vou viver o pior?! Nem pensar....

Uma vez me falaram que a bíblia é como se fosse uma receita de vida. Deus deixou orientações de como você deve viver. Você segue se quiser, mas se seguir, o resultado ficará do jeito que deve ficar. Se você quiser fazer do seu jeito, a receita sai no final, mas você vai precisar consertar ou até começar tudo de novo.
As vezes a receita sai um desastre e você se pergunta: O que eu fiz de errado? Os ingredientes estavam certos, coloquei tudo do jeito que precisou, mas.... ops... esqueci o fermento!!! Tudo em vão, não foi?!

O pior é quando vivemos a vida do nosso jeito, sem nem lembrar da existência do nosso Pai e lá no final da vida, quando tudo tá errado a gente se pergunta: "Deus, o que fiz de errado". Deus poderia responder: Eu queria muito te dar o caminho, mas você nunca me perguntou. E Deus é tão bom, tão misericordioso, que mesmo quando tudo dá errado, tudo tá um desastre, Ele vem e com  Seu jeito bem especial, faz tudo novo! Foi o que Ele fez na minha vida! Tudo novo!!!

Confesso a vocês que preciso vigiar eternamente porque  eu adoro escolher, guiar a minha vida. Adoro as coisas do meu jeito. Adoro ficar horas fazendo "nada" podendo aproveitar o tempo de outras maneiras. Tenho que lembrar sempre..... e pedir.... Deus, não abro mão do seu melhor!!!! Por favor, corrige meus caminhos!

Você tem um grande amigo ou uma grande amiga?  Como é seu relacionamento com ele/ela?

Não é legal ter amigos? Pessoas que gostamos de estar perto nos momentos de alegria ou tristeza. É aquela pessoa que logo queremos contar aquela novidade. Aquela pessoa que só de olhar pra você já sabe tudo o que está acontecendo. Você liga, escreve mensagens, manda cartão, compra presente e as vezes sair sem conversar muito também é bom. É bom só de estar perto. Não é verdade?!

Por que não aprendemos a nos relacionar com Deus da mesma maneira?! Ser a primeira pessoa a contar uma novidade mesmo sabendo que Ele já sabe. Ele não ficaria feliz em ser o primeiro a saber? Parar um tempo durante o dia e ficar contando as angustias, alegrias, tristezas....AGRADECER... Não tem nada melhor no mundo do que sentir o conforto de Deus. Não tem palavras para descrever o que é....
Não é triste pensar que tantas vezes Deus quer ouvir nossa oração, quer nos aconselhar, quer falar conosco e  simplesmente ignoramos Sua presença!

Você pode estar achando tudo o que escrevi uma grande bobeira... E eu te pergunto: E se não for?! Você teria coragem de buscar e abrir mão do que você acredita para que Deus fale com você?!

Deus quer se relacionar com você. Quer ser seu confidente, o único 100% interessado e comprometido com sua felicidade. Nunca vai te decepcionar! Quer o seu melhor!

Desejo do fundo do meu coração que o Espírito Santo de Deus te incomode muito sobre o que escrevi. Que você decida buscar o melhor de Deus pra você!!!! É simplesmente .... o melhor!!!!!!! Não abra mão disso!

Leia o texto abaixo.  São palavras de Jesus... Você não acredita? Mas e se for verdade???? 


" E Jesus disse aos discípulos:
- Se alguém quer ser meu seguidor, esqueça os seus próprios interesses, esteja pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhe. Pois quem põe os seus próprios interesses em primeiro lugar nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo por minha causa terá a vida verdadeira. O que adianta alguém ganhar o mundo inteiro, mas perder a vida verdadeira? Pois não há nada que poderá pagar para ter de volta essa vida. Pois o Filho do Homem virá na glória do seu Pai com os seus anjos e então recompensará cada um de acordo com o que fez. "  
 Mateus 16: 24 na linguagem de hoje









De Primeira mão




Gostei muito de ler esse texto hoje. Cito muito o Max Lucado porque a minha bíblia é uma bíblia devocional de estudo dele, então... não poderia ser diferente!!!!
Espero que as palavras toque sua vida assim como tocou a minha..... MC
______________________________________________________________________________

Alguns de nós já tentamos ter um período de tempo sossegado diariamente e não conseguimos.
Outros passam muito tempo concentrando-se. E todos somos muito ocupados. Assim, em vez de passarmos algum tempo com Deus, ouvindo a sua voz, deixamos que outras pessoas façam isto e nos beneficiamos da sua experiência.

Deixemos que eles nos digam o que Deus está falando. Afinal, não é para isto que os ministros são remunerados? Não é por isso quelemos livros cristãos? Esses sujeitos são bons nas devoções diárias. eu simplesmente aprenderei com eles.

Se é assim que você pensa, se suas experiências espirituais são de segunda mão, e não de primeria, gostaria de desafiá-lo com este pensamento: você age da mesma maneira com relação a outros aspectos da sua vida?
Acho que não.

Você não age assim nas férias. Você não diz: "As férias são uma tamanha confusão... fazer as malas, viajar... Vou mandar alguém em meu lugar e quando esta pessoa voltar, ouvirei como tudo transcorreu e terei me poupado de todo o incoveniente".
Você faria isso? Não!

Você quer a experiência. Você quer a vista, quer o descanso em primeira mão. Há coisas que ninguém pode fazer por você.

Você não age assim quando o assunto é romance. Você não diz: "Estou apaixonado por esta pessoa maravilhosa, mas romance é algo muito complexo... vou contratar alguém substituto para aproveitar o romance em meu lugar. Depois, ouvirei tudo e terei me poupado de todo o inconveniente". Quem faria isto? Nem pensar! Você não quer perder nem uma palavra, nem um encontro, e certamente não quer perder o beijo, não é mesmo? Há coisas que ninguém pode fazer por você.

Você não deixa ninguém comer no seu lugar, não é verdade? Você não diz: "Mastigar é uma amolação. Meus maxilares se cansam e a variedade de sabores é excessiva. Contratarei alguém para mastigar por mim e simplesmente engolirei tudo já mastigado". Você faria isto? Urg! Claro que não! Há coisas que ninguém pode fazer por você.

Uma dessas coisas é passar tempo com Deus.

Ouvir a Deus é uma experiência de primeira mão. Quando pede a sua atenção, Deus não quer que você envie um substituto, ele quer você. Ele o convida para passar férias no seu esplendor. Ele o convida para sentir o toque da sua mão. Ele o convida para um banquete à sua mesa. Ele quer passar tempo com você. E, com um pouquinho de treinamento, o seu tempo com Deus pode ser o ponto algo do seu dia.


A mentira da Ananias e Safira


Ananias e Safira representam quando nós, humanos, não confiamos na verdade.
Eles venderam uma propriedade e deram parte do dinheiro à igreja. Mentiram a Pedro e aos apóstolos, afirmando que a terra fora vendida pela quantia que haviam doado.

O seu pecado não estava em reter uma parte do dinheiro para si mesmos, mas sim em faltar com a verdade.
A mentira resultou na morte de ambos. Lucas escreve: " E houve um grande temor em toda a igreja e em todos os que ouviram estas coisas " At 5.11

Mais de uma vez, ouvi pessoas se referirem a esta passagem com risos, dizendo:
- Fico contente porque Deus já não mata as pessoas por causa das mentiras.

Não tenho tanta certeza de que ele não faça mais isso. Ainda acredito que a retribuição da mentira é a morte. Não a morte do corpo, mas talvez a morte:

De um casamento - a mentira é como um cupim no tronco de uma árvore familiar.

Da consciência - a tragédia da segunda mentira é que esta é sempre mais fácil de contar do que a primeira.

De uma carreira - pergunte ao aluno expulso por colar na prova ou ao empregado despedido por fraude se a mentira não foi fatal.

Da fé - a linguagem da fé e a linguagem da mentira possuem vocábulos diferentes.

Aqueles que são fluentes na linguagem da mentira acham palavras como "confissão" e "arrependimento" difíceis de pronunciar.

Além disso, poderíamos listar a morte da intimidade, da confiança, da paz, da credibilidade e do respeito próprio. Mas talvez a morte mais trágica que resulta da mentira seja a do nosso testemunho. O tribunal não ouvirá a declaração de uma testemunha falsa. Nem o mundo. Será que os nossos companheiros crerão em nossas palavras a respeito de Cristo quando nem mesmo podem acreditar em nossas palavras sobre como controlamos as nossas despesas? Mais importante, será que Deus nos usará como testemunhas se não dissermos a verdade?

Qualquer time de futebol de ginásio tem um jogador cuja tarefa é levar as instruções do treinador à equipe. O que acontecerá se o treinador pedir um passe, mas o jogador repassar que ele pediu uma corrida? Uma coisa é certa: o treinador não recorrerá àquele jogador por muito tempo.

Deus diz que se formos fiéis nas pequenas coisas, Ele nos confiará as maiores. Pode o Senhor contar com você para as pequenas coisas?

A desonestidade pode afetar - e infectar - todos os aspectos da sua vida. Em que áreas você precisa esclarecer as mentiras? Peça ao Espírito Santo para lhe mostrar qualquer mentira na sua vida e ore para ter a coragem de removê-la.
Simplesmente como Jesus -  Max Lucado

NOTÁVEL


Toda manhã subo em uma pickup que pesa meia tonelada e saio pela interestadual onde eu - e milhares de motoristas - transforam nossos veículos em mísseis a cem quilômetros por hora. Embora já tenha tido alguns sustos e percalços, a inda assobio enquanto dirijo a uma velocidade que faria meu bisavô desmaiar.
Notável.
Todos os dias tenho a honra de me sentar com um livro que é a palavra daquele que me criou. Todos os dias tenho a oportunidade de deixar que Deus me dê alguns pensamentos sobre como viver. Se não faço o que Deus diz, o Senhor não queima o livro nem cancela minha assinatura. Se discordo do que Deus diz, não cai um raio que divide minha cadeira giratória em duas, nem um anjo risca meu nome do livro da vida. Se não entendo o que o Senhor diz, Ele não me chama de tolo.

Na verdade, Deus me chama de "Filho", e numa página diferente explica o que não entendo.
Notável.
No final do dia, quando ando pela casa, entro nos quartos de três pequenas meninas. Suas cobertas geralmente estão jogadas para fora, enquanto as cubro. Seus cabelos  geralmente escondem seus rostos, então os arrumo. E, uma a uma, inclino-me e beijo as testas deste anjos que Deus me emprestou. Então paro na porta e me pergunto por que motivo o Senhor confiaria a um sujeito vacilante e desafeitado como eu, a tarefa de amar e guiar tais tesouros?
Notável.
Então vou para a cama com uma mulher muito mais sábia do que eu... uma mulher que merece um homem de aparência melhor do que a minha... mas uma mulher que discordaria deste fato e me diria do fundo de seu coração que sou a melhor coisa que cruzou o seu caminho.

Depois de pensar sobre a esposa que tenho, e quando penso que estou com ela por uma vida inteira, balança a cabeça e agradeço a Deus da graça por tamanha graça, e penso: Notável!

De manhã, farei tudo isso outra vez. Dirigirei pela mesma estrada. Irei para o mesmo escritório. Visitarei o mesmo banco. Beijarei as mesmas meninas. E irei para a cama com a mesma mulher. Mas sempre aprendo a não considerar estes milhares de todos os dias como se fossem coisas comuns...

Também descubro muitas coisas: os congestionamentos sempre melhoram, o por do sol é de graça, a Liga Infantil é uma obra de arte, e a maioria dos aviões parte e chega no horário. Aprendo também que muitas pessoas são boas e tão tímidas quanto eu para começar uma conversa...

Aprendo que se eu olhar... se abir os meus olhos e observar... há muitos motivos para que tire chapéu, olhe para a fonte de tudo, e simplesmente diga... obrigado.
(In the eye of the Storm - Max Lucado)

Fé - Sem ela, impossível agradar a Deus - Parte 2


Vamos continuar falando sobre fé. Hoje li mais sobre Moisés.

" Pela fé, Moisés, já nascido, foi escondido três meses por seus pais, porque viram que era um menino formoso; e não temeram o mandamento do rei. Pela fé, Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, escolhendo, antes, ser maltratado com o povo de Deus do que por, um pouco de tempo, ter o gozo do pecado; tendo, por maiores riquezas, o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa. Pela fé, deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como vendo o invisível" Hb 11: 23-27


Texto bonito não é?! Achei esse "Super Moisés" na internet e achei apropriado para o que quero dizer. 
Parece que ele era um "super-herói". Um homem muito especial, com uma fé impressionante e que fez coisas mais impressionantes ainda.

De certa forma, foi, e realmente fez coisas incríveis.
Só que esse mesmo Moisés, duvidou. E muito! 

(Não vou entrar em detalhes, mas sugiro a leitura de Êxodo. Lá conta tudo em detalhes...)

Vamos dar uma olhada no processo que vou chamar de "Chamado de Moisés". 

Depois de uma série de eventos, Deus fala com Moisés no meio de uma sarça ardente.


A sarça é assim. Eu achava que era uma coisa menor, tipo uma moita. Coloquei a título de curiosidade (minha).
Pois o Anjo do Senhor aparece a Moisés, em uma sarça que pega fogo e não se consome. Estranho heim?!
Só se imagina no lugar. Você ouvindo uma voz de uma planta que pega fogo e não se consome!

Logo Ele se apresenta e diz que ele foi o escolhido para livrar o povo do Egito. Vocês acham que Moisés logo disse: "Eis-me aqui Senhor!" Estou pronto! Se você acha isso, se enganou. Moisés disse: " Quem sou eu, que vá a Faraó e tire do Egito os filhos de Israel?" E Moisés continua com várias indagações tipo: "Mas eis que me não crerão, nem ouvirão a minha voz."

Deus na sua infinita misericórdia, pergunta pra Moisés sobre o que ele tem na mão, que é uma vara, e pede para ele jogar no chão. Pois bem, a vara vira uma cobra e depois vira uma vara novamente. E continua. Deus pede para ele colocar a mão no peito. Fica leprosa e depois branca como a neve.

Depois dessas, você acha que ele ainda duvidou?!

"Ah! Senhor! Eu não sou homem eloquente, nem de ontem, nem de anteontem, nem ainda desde que tens falado ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua."

É até engraçado falar isso depois de ver uma vara virar cobra e a mão  leprosa ficar curada. E Deus diz: " Serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar".

Moisés procura o Faraó, diz para deixar o povo ir ao deserto adorar a Deus e o Faraó logicamente não acha nada legal afinal de contas, era a mão de obra escrava mais "lucrativa".  Faraó fez os hebreus trabalharem mais ainda e aí veio a murmuração.

Moisés questiona a Deus: " Senhor! Por que fizeste mal a este povo? Por que me enviaste?"

_________________

Não vou continuar no texto mas quero deixar uma reflexão para nós.

Vocês acham que para fazer "grandes coisas" precisamos ser grandes, super crentes, com uma super fé inabalável, que nunca duvida??!!

Acredito que desde o nascimento ele foi escolhido para fazer o que fez, mas ele não nasceu "pronto". Teve um longo processo por aí. Dúvidas, questionamentos. Quem nunca se perguntou: " O que o Senhor quer de mim?".

As vezes fico com raiva. Como que Moisés depois de ver Deus falando em uma planta que não se consumia, ver uma vara virar uma cobra, ainda tem dúvidas?? 

Só até a parte da vara,  acredito eu, seria suficiente para eu nunca mais duvidar de NADA. 

Mas não.... não somos diferentes!

Quantas coisas Deus já não fez por nós?! Se você já teve alguma experiência com Deus, sabe que nunca ninguém vai tirar isso de você. 

E porque será que a gente, ao invés de se lembrar das coisas boas, insistimos muitas vezes em viver as ruins.

Dúvidas e questionamentos sempre vão existir, mas Moisés não parou na história. Continuou!!!!!!!!!! 
E grandes coisas Deus fez!  

E grandes coisas Deus fará!

Continuamos depois.....

Fé - Sem ela, impossível agradar a Deus - Parte 1

Ontem cedo acordei e vi uma mensagem no celular. Minha irmã disse que pensou em mim durante a madrugada e me mandou um versículo bem conhecido:

" Ora, sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus, creia que ele existe e que é galardoador dos que o buscam" Hb 11:6

Hoje de manhã já meditei sobre o assunto e esse artigo é só o primeiro de uma série de outros que quero escrever sobre fé. Deus falou muito comigo! Quer me ensinar algo sobre fé.
De fato, preciso parar um pouco e pensar sobre fé.  Tenho agradado a Deus?? Tenho tido fé?!

Não vou escrever muito hoje, mas quero te convidar a estar comigo nesses dias.
Primeiro quero que você faça essa meditação sobre o versículo acima e também sobre o texto abaixo....
Vamos lá!!

_______________________
A fé é crer que Deus é real e bom... É decidir acreditar que aquEle que tudo criou, não abandonou sua criação; Ele ainda envia luz às sombras e responde a gestos de fé...

A fé é acreditar que Deus irá fazer o que é certo.

"Bem-aventurados são os pobres e imundos, os que não tem nada para dar, os que estão encurralados, os desamparados, os doentes", disse Jesus, "pois deles é o Reino dos Céus" Mt 5.6 (tradução do autor)

Deus diz que quanto mais desesperada for a sua situação, mas provável será a sua salvação. Quanto maior for a preocupação, mas genuínas serão as orações. Quanto mais escura for a sala, maior será a necessidade de luz...
A ajuda de Deus está próxima e sempre disponível, mas somente é dada a quem a busca. Nada resulta da apatia...
Comparada à participação de Deus, a nossa é minúscula, porém necessária... Escreva uma carta. Peça perdão. Chame : "mamãe". Visite um médico. Seja batizado. Dê comida a uma pessoa faminta. Ore. Ensine. Faça alguma coisa!

Faça alguma coisa que demonstre a fé. Pois a fé sem esforço não é fé. Deus irá responder. Ele nunca rejeitou um gesto genuíno de fé. Nunca!
Ele ainda remove pedras - Max Lucado